NAVIRAI  QUINTA-FEIRA, 24 DE JULHO DE 2014

Americana sonha em ser a mulher mais gorda do mundo

Divulgação

Parece que o sonho da mulher pode ser tornar realidade em breve, afinal, ela vai se casar com um chef de cozinha... O casal se conheceu pela internet no ano passado e depois de alguns meses, o noivo, Parker Clack, de 35 anos, foi morar com Susanne e os dois filhos dela, Brendin, de 13 anos, e Gabriel, de 17. “É uma combinação perfeita. Eu amo comer e Parker ama cozinhar. Eu ainda quero ser a mulher mais gorda do mundo e para meu noivo está tudo bem. Ele ama mulheres maiores e vê o quanto fico feliz quando estou comendo. Seus dotes culinários foram definitivamente parte da atração. Como eu poderia resistir a um homem desses?”, declarou Susanne ao "Daily Mail". Segundo ela, o prato predileto cozinhado pelo amado é espaguete à bolonhesa, que a mulher afirma ser capaz de comer durante um dia inteiro. Além de cozinhar, o futuro marido ainda ajuda nas tarefas domésticas e em coisas nas quais Susanne tem dificuldade. “Ele faz a maior parte dos serviços, me incentiva a ir para caminhadas, nada comigo e me ajuda a fazer qualquer coisa que eu não possa fazer sozinha”, conta. Sobre o objetivo de ser a mais gorda do mundo, Parker diz apoiar a noiva. “Eu a apoio, pois sei que isso a faz feliz. Eu adoro mulheres grandes, me preocupo com sua saúde, é claro, mas tenho certeza que ela come alimentos saudáveis como salada. Também tenho certeza de que ela faz exercícios. Levo-a para nadar desde que nos conhecemos, amamos nadar juntos”, afirma ele à publicação. Segundo Parker, no último check-up que Susanne realizou, os médicos disseram que ela estava bem, porém, não apoiam sua decisão de ser a mais gorda da história. “Enquanto os médicos disserem que ela está bem, vou apoiá-la”. Apesar dos avisos médicos de que está jogando roleta russa com a própria vida, Susanne quer continuar a empreitada e pretende passar o número de quilos da antiga detentora do título, Carol Na Yage, que morreu em 1994 de insuficiência renal causada pela obesidade mórbida. Ela chegou aos 450 kg. A atual detentora do recorde (com registro no Guinness Book) é Pauline Potter, na época - em 2010 - com 292 kg. “Eu faço um regime de exercícios para manter minha mobilidade tanto quanto for possível e Parker me ajuda nisso. Eu quero quebrar o estigma de que ser gordo é ruim”, finaliza Susanne.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
Untitled Document
festadodia.com.br - Todos os Direitos Reservados 2013