DOMINGO, 22 DE JULHO DE 2018
Publicada dia: 11/07/2018

Conheça os 7 animais mais extremos da Terra

Fonte: megacurioso.com

O fato de existir um livro que registra recordes já mostra como humanos gostam de comparações. Através de parâmetros bem definidos, nós conseguimos determinar o homem mais forte, o mais rápido e o mais alto sem problema algum.

Por outro lado, ainda não surgiu um torneio para saber qual é o elefante mais pesado; porém, entre espécies algumas características se sobressaem e podem ser surpreendentes. Veja abaixo sete categorias em que certos animais se destacam de forma indiscutível.

1. Velocidade

 

Engana-se quem acha que a chita, ou guepardo, é o animal mais rápido do mundo. Se considerarmos apenas os terrestres, ele realmente não perde uma corrida, alcançando incríveis 120 km/h. Na água ninguém ganha do marlim-negro, que nada a até 126 km/h. Agora, considerando todos os animais, o vencedor é o  falcão-peregrino, ave de rapina que já foi registrada voando a estonteantes 380 km/h.

Ainda considerando o céu, no outro extremo temos a galinhola-americana, que voa a apenas 8 km/h. Parece pouco, mas é um raio perto da velocidade de deslocamento das preguiças. Com o título absoluto de animal mais lento em terra, elas se deslocam a 0,24 km/h (6 cm/s). Na água, uma espécie de cavalo marinho (Hippocampus zosterae) mantém o posto, se movendo a apenas 1,5 metro por hora.

2. Tamanho

Determinar qual é o menor animal é algo complicado, pois podemos considerar microrganismos como criaturas vivas e, nesse caso, os tamanhos seriam microscópicos. Se focarmos nos mamíferos, o musaranho-pigmeu pode ser considerado o menor, pois pesa apenas 1,9 grama. Um pouco mais pesado, com 2 gramas em média, temos o morcego-nariz-de-porco-de-kitti, que possui o menor comprimento: 3,5 centímetros.

Se os limites forem entre animais vertebrados, o sapo Paedophryne amauensis, encontrado na Papua-Nova Guiné, mede apenas 7 milímetros; logo, pode ser colocado em cima de uma moeda sem problemas.

Em relação ao maior não existem dúvidas: a baleia-azul reina absoluta em seus 26 metros de comprimento médio e 210 toneladas. Ela ganha de todos os animais já registrados nessa categoria, inclusive dinossauros.

3. Comprimento

A baleia-azul pode ser grande, mas não tão comprida quanto o verme Lineus longissimus, que pode chegar a incríveis 55 metros de comprimento. Encontrado no Reino Unido e em alguns países europeus banhados pelo Mar do Norte, não é mais largo do que alguns centímetros.

4. Tempo de vida

Adwaita era uma tartaruga-das-seychelles que vivia em um zoológico na Índia, mas faleceu em 2006. Estima-se que ela seja o animal terrestre mais velho já registrado, com um período de vida estimado de 250 anos — nasceu na época em que a Revolução Francesa se iniciou.

Já na água, existe o registro de um molusco de nome científico Mercenaria mercenaria, com incríveis 507 anos de idade!

Mas nada se compara ao incrível fenômeno da natureza que torna “imortal” a água-viva Turritopsis dohrnii. Quando ela atinge sua maturidade biológica, inicia um processo de reconstrução molecular para voltar ao estado de infância, revivendo sua própria vida a cada ciclo. O processo se repete sem indícios de que exista um limite, configurando assim uma “vida eterna”.

No outro extremo, temos os efemerópteros, que vivem por apenas um dia.

5. Olfato

Pois é... Não são os cães. Na verdade, os elefantes encabeçam a lista, com 1.984 genes relacionados aos receptores olfativos, o dobro do encontrado em cães e ratos. Suas trombas são fundamentais, pois, além de toda essa sensibilidade, ainda são utilizadas para interação social e alimentação. Seu faro é tão aguçado que esses animais conseguem distinguir, somente pelo cheiro, tribos de humanos pacíficos e predadores.

6. Mortífero

Leões? Tubarões? Não, o animal que mais mata seres humanos no mundo são os mosquitos. Através da transmissão de doenças, eles são responsáveis pela morte de aproximadamente 725 mil pessoas todo ano.

7. Audição

Apesar do apetite insaciável por focos de luz, as mariposas possuem uma das melhores audições do Reino Animal, com a capacidade de captar sons de até 300 kHz. Elas conseguem ouvir 15 vezes mais que um humano, duas vezes melhor que um golfinho e uma vez e meia mais que um morcego, que utiliza o sentido para todas as suas atividades básicas.