SEXTA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2019
Publicada dia: 06/11/2019

Homem gasta US$ 35 mil para clonar o seu gato na China

Fonte: Megacurioso

Garlic 2.0 é o novo amigo peludo de Huang Yu, um chinês que não se conformava com a morte de seu antigo companheiro felino. O detalhe é que o pet, nascido no último mês de julho, é um clone do gato falecido, chamado Garlic, que custou o equivalente a US$ 35 mil ( cerca de R$ 140 mil) de acordo com o New York Post.

Quando resolveu que iria tentar clonar o pet morto, Huang já havia enterrado o corpo do bichinho. Para que o trabalho fosse realizado, ele teve que desenterrá-lo e colocá-lo em um freezer, até que a empresa de clonagem de animais Sinogene, contratada por ele, fosse até o local colher uma amostra de DNA.

Para criar o primeiro gato clonado chinês, os pesquisadores criaram um total de 40 embriões com o material genético do falecido Garlic e os dividiram entre quatro fêmeas, que atuaram como mães substitutas. Deste total, houve três gestações, das quais apenas uma chegou ao final, além de três abortos.

Após o nascimento na China, Garlic 2.0 ficou em observação durante quase um mês e segundo os cientistas que o acompanharam, ele apresenta boas condições de saúde e age da mesma forma que os gatos nascidos naturalmente.

Parecido, mas nem tanto

A clonagem de Garlic foi um sucesso. No entanto, Huang Yu se sentiu um pouco desapontado com o resultado do experimento. Em entrevista ao New York Times, ele disse que o novo gato não é exatamente uma cópia fiel do seu antigo parceiro, já que falta um pedaço de pelo escuro em seu queixo.

Garlic clonado e o Garlic original. (Fonte: Sinogene/Divulgação)

Desapontado por um lado e feliz por outro, o jovem chinês afirmou ainda que está disposto a aceitar as limitações da tecnologia. Mesmo com a variação sutil na cor da pelagem, a combinação do DNA é 100% idêntica ao antigo felino.

Gato, cachorro e outros animais clonados

Nascida em 5 de julho de 1996, a ovelha Dolly foi o primeiro animal clonado com sucesso, representando um grande avanço para a ciência. Depois dela, muitos outros animais vieram ao mundo por meio de experimentos parecidos, como o gato CC, em 2001; o cachorro Snuppy, em 2005, primeiro canino clonado; e a mula Idaho Gem, primeiro equino clonado.