SÁBADO, 13 DE AGOSTO DE 2022
Publicada dia: 07/04/2022

MAMANGAVA: 6 FATOS SOBRE ESSA INCRÍVEL ABELHA

Fonte: https://www.megacurioso.com.br/

Como outras espécies de abelhas, a mamangava é de suma importância para a agricultura e vida em geral. A espécie é responsável pela polinização de árvores e plantas das mais variadas, especialmente o maracujazeiro.

Apesar de sua fama de perigosa, ela, na realidade, deve ser protegida da ação humana, de modo a impedir seu extermínio. Para ajudar você a compreender o tamanho da importância e da contribuição que esse inseto possui e razões para a protegermos, vamos contar alguns fatos sobre ela.

1. Nome tem origem no idioma tupi

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

 

Apesar de apresentar muitas grafias diferentes, mamangava é uma palavra de origem indígena, mais especificamente no tupi, e significa "abelha de porte grande". Essa é uma espécie que é presente em quase todos os estados brasileiro

O que mudam são as denominações em cada região do país, principalmente nas regiões rurais. Por isso, não estranhe se ouvir mangango, mangangá, mangava, mata-cavalo, abelhão, mangangaba e o tradicional mamangava, pois todos se referem ao mesmo inseto.

2. Existem mais de 50 diferentes espécies no Brasil

(Fonte: Reprodução/G1)(Fonte: Reprodução/G1)

 

Existem catalogadas mais de 250 tipos diferentes de mamangava, sendo que 50 espécies são encontradas no Brasil. As mais comuns são a mamangava de toco, a mamangava de pau-podre e a mamangava de chão, e são, as três, vitais à polinização e auxílio na produção de maracujá.

Sua distribuição em território nacional é considerada uniforme, e também estão distribuídas por toda a América do Sul. Há uma atenção recente à sua presença em solo brasileiro, pois tem diminuído substancialmente, o que representa um risco à agricultura.

3. Excesso de agrotóxicos tem reduzido sua presença

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

mamangava é um inseto diretamente responsável pela polinização dos maracujazeiros, árvores que dão maracujá. O Brasil, por sinal, é o maior produtor e consumidor da fruta no mundo.

Porém, o uso indiscriminado de inseticidas nas lavouras e plantações, além do aumento do desmatamento florestal, tem impactado diretamente na diminuição dessas abelhas. O maracujá também é importante para o inseto, pois em suas flores ele obtém o alimento suficiente para perpetuação de sua espécie.

4. Machos x Fêmeas

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

As diferentes espécies de mamangava que encontramos no Brasil possuem características semelhantes. A distinção entre os sexos pode ser feita analisando sua estrutura corporal. Isso porque machos e fêmeas da espécie diferem na cor: enquanto as fêmeas têm cor preta amarronzada em um tom muito forte, os machos são pálidos.

Vale dizer, ainda, que as fêmeas desenvolvem os ninhos sozinhas e que, quando uma geração de filhas é formada, tornam-se líderes e formam novas rainhas, dando continuidade ao ciclo de vida. Haja empoderamento.

5. Uma mesma mamangava pode ferroar várias vezes

(Fonte: Reprodução/Agro2.0)(Fonte: Reprodução/Agro2.0)

 

Como no caso de outras abelhas, a picada de uma mamangava pode ser perigosa, especialmente para pessoas alérgicas. De modo geral, o grande problema de uma picada desse inseto é que seu ferrão é extremamente dolorido, de umas espécies mais do que outras, o que pode variar o nível de dor.

Mas o fato mais curioso dessa abelha é que uma única consegue ferroar várias vezes, diferente de outras do gênero, que possuem apenas um ferrão. Outro detalhe interessante é que, na escala de dor, uma picada desse inseto costuma atingir o nível de dor mais alto entre todas as integrantes do gênero.

6. Não é um inseto agressivo

(Fonte: Reprodução/Agro2.0)(Fonte: Reprodução/Agro2.0)

Como seu ferrão lhe garante grande capacidade defensiva, a maior parte de suas disputas com outros insetos ou animais pequenos resulta em vitória. Em disputas com tarântulas, por exemplo, estudos demonstraram que nossa personagem costuma sair vencedora, ao ponto de usar a aranha como depósito de seus ovos.

Entretanto, não é possível afirmar que essa seja uma espécie de abelha agressiva. Como são animais muito solitários, o ataque a humanos só costuma ocorrer em situações que elas se sintam ameaçadas.