TERÇA-FEIRA, 05 DE MARÇO DE 2024
Publicada dia: 02/02/2024

5 SANDUÍCHES INUSITADOS AO REDOR DO MUNDO

Fonte: https://www.megacurioso.com.br/artes-cultura/128734-5-sanduiches-inusitados-ao-redor-do-mundo.htm

O sanduíche está entre as comidas mais populares do planeta. E a possível razão disso é que ele tem uma "receita" extremamente simples: basta unir dois pedaços de pão com algum recheio no meio e, voilà, temos um sanduíche.

Embora seja bem fácil de preparar, há sanduíches de todos os tipos criados nas diferentes culturas, dando margem a muita criatividade. Neste texto, compartilhamos 5 desses sanduíches realmente inovadores e surpreendentes, que alguém um dia teve a ideia de fazer.

1. Fruit sando, no Japão

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

O nome já entrega a essência dessa iguaria japonesa: trata-se de um sanduíche recheado com frutas. O fofíssimo fruit sando é feito com duas fatias de shokupan (um pão de leite japonês) recheadas com frutas frescas, como morango, kiwi e banana, embalados por um leve chantilly. Pode parecer meio estranho, mas muita gente acha uma delícia.

2. Donkey burger, na China

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Na China (em especial, nas cidades de Baoding e Hejian), há um sanduíche muito popular chamado donkey burger, que traz como recheio nada menos do que carne de burro.

Para ficar gostoso, o preparo desta carne leva um bom tempo: é preciso mariná-la e cozinhá-la por horas. Para finalizar, o cozinheiro costuma agregar uma pitada de pimentão verde e uma quantidade de gordura nessa carne, que é magra. Só assim fica pronto para ser apreciado pelos chineses.

3. Lapredotto, na Itália

(Fonte: Atlas Obscura)(Fonte: Atlas Obscura)

O panino lampredotto é um sanduíche inventado por trabalhadores italianos, que começaram a preparar um lanchinho a partir de partes menos nobres da vaca. Entre elas, está o abomaso, a quarta câmara do estômago dos ruminantes, onde ocorre a digestão, e que muitas vezes é descartado na culinária

Para preparar o lampredotto, essa carne é cozida e fatiada, ficando com uma textura parecida com um rosbife. Costuma-se servir esse sanduíche acompanhado de um molho verde à base de salsa e alho, além de uma boa quantidade de azeite.

4. Sánguche de Potito, no Chile

(Fonte: Atlas Obscura)(Fonte: Atlas Obscura)

Quando você for para o Chile, não deixe de experimentar um sánguche de potito. Trata-se de uma comida de rua bem popular que é servida dentro de um pão marraqueta, e recheada com cebola frita e carne feita com o reto ou o intestino da vaca.

Esse sanduíche é bem tradicional nos arredores do Estácio Nacional, onde os torcedores comem após assistirem a um jogo. Sua origem também remete à história do país: ele foi criado no século XIX, durante a construção da ferrovia do Chile, e os vendedores precisavam oferecer alimentos rápidos para os trabalhadores da obra.

Ele costuma ser vendido também com condimentos como ketchup, maionese e pimenta. Às vezes, também é acrescentado chouriço (uma linguiça preparada com sangue de porco) na mistura da carne.

5. Francesinha, em Portugal

(Fonte: Atlas Obscura)(Fonte: Atlas Obscura)

Em Portugal, você pode também comer uma francesinha, uma deliciosa iguaria bem calórica. Esse é um sanduíche que certamente você não vai querer comer com a mão.

Tipicamente, a francesinha é preparada com presunto, bife, linguiça e fatias grossas de pão. Por cima, joga-se camadas de queijo e um molho "secreto" (com tomate e cerveja) e um ovo. Pode parecer estranho, mas é muito gostoso.

Para completar, o sanduíche tem uma história bem interessante: ele foi uma resposta de Portugal ao célebre croque monsieur francês. Segundo a lenda, ele teria sido inventado por portugueses que fugiram para a França durante a ditadura de Salazar e voltaram apaixonados pela culinária do país.